Aliens Editora Intrínseca

Resenha: Eu Sou o Número Quatro

18:58Arlindo Barata


Título Original: I Am Number Four
Série: Os Legados de Lorien - vol. 1
Autor: Pittacus Lore
Páginas: 352
Editora: Intrínseca

Após Lorien, um planeta próximo da Terra ser invadido e destruído pelos mogadorianos, habitantes do planeta Mogadore, nove crianças escaparam da guerra que se formava e se refugiaram na Terra.

Essas crianças são membros da Garde, que são os lorienos que desenvolvem super-poderes, em que estes são chamados de Legados. As crianças chegaram a Terra acompanhadas pelos Cêpans, que são os guardiões, com a missão de proteger e auxiliar no desenvolvimento dos Legados para que estas crianças cresçam, fortaleçam e retornem a Lorien para reconquistar o planeta. 

Protegidos por um feitiço, os nove lorienos foram enumerados e separados, fazendo com que eles só sejam mortos na sequência numérica e não podendo ficar juntos para não quebrar/desfazer o feitiço. Em que este também consistia que a cada vez que um deles fosse morto (na sequência) os demais recebiam uma cicatriz no tornozelo para terem noção de quantos lorienos restavam. 

O livro começa com a caça e a morte do número três, e a partir de então eles, os mogadorianos, vão atrás do número Quatro. John Smith, a identidade do número Quatro, e Henry após a morte do Três fogem para Paradise, Ohio, onde conhece Sam Goode, Sarah Hart, e Mark James que são o melhor amigo, a namorada e o valentão, respectivamente. 

Narrado pelo ponto de vista de John, percebemos a confusão que ele tem de não lembrar como era a sua terra e de não poder se apegar a nada na Terra, só que quando ele conhece a Sarah, uma paixão enorme surge, lhe dando motivos para lutar e permanecer vivo, já que ele é o próximo na lista dos mogadorianos. Em minha humilde opinião eu achei o romance fraco, meio que forçado, já que a Sarah não constrói em nada no enredo.

A amizade de Sam se dar pelo fato dele ser obcecado por aliens e acreditar que eles existem e John por ser um estranho na cidade começa a ser alvo do "valentismo" de Mark, o ex-namorado de Sarah. O inicio é uma leitura lenta ao que esperava, na verdade só mesmo o final que tem a ação de verdade, já que o livro é como se fosse às explicações de tudo o que ocorreu com Lorien, quais são os objetivos da Garde e outras coisas mais.


Nem de longe é uma leitura descartável, ao contrário, tem ainda pontos de mistérios que vale a pena ler, apesar de ter momentos bem clichês, são agradáveis, principalmente deixando as cenas cômicas para o Sam.

Classificação:




E o que vocês acharam do livro? Ou do filme? Comentem aqui.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Flickr Images

Formulário de contato